Fenarreco

A FESTA FENARRECO

A Festa

A Fenarreco é a maior festa de Brusque e uma das maiores festas de outubro de Santa Catarina. A gastronomia típica é a atração principal do evento, que é regado a chope gelado e embalado pelo som das músicas germânicas.

O prato principal é o marreco recheado com repolho roxo. Mas os visitantes também podem saborear o eisben (joelho de porco), salsichas especiais, petisco alemão e o marreco crispy (tiras empanadas peito de marreco). Para beber, os visitantes podem escolher entre os vários tipos de chope: pilsen, weiss (trigo), bock ou de vinho.

Os visitantes divertem-se todos os dias com brincadeiras tradicionais,como o chope em metro, corrida do tamanco, serra-serrador e corrida do saco. Outra atração são os grupos folclóricos, que mostram, por meio da música e da dança, a tradição e a cultura germânica dos imigrantes.

Os fenafesteiros aproveitam tudo isso ao som do melhor da música alemã. Em onze dias, mais de 30 bandas sobem ao palco para animar o público, desde às 11 horas até a madrugada.

Confira os valores da Fenarreco 2019:


Nossa história

A Festa Nacional do Marreco foi criada no ano de 1985 e inspirada como complemento para a Oktoberfest. Hoje a Fenarreco é reconhecida como uma das principais celebrações do calendário cultural do Vale do Itajaí e integra as animadas e famosas festas de outubro em Santa Catarina.

A festa tinha como foco inicial, a divulgação do prato típico da cozinha alemã, o pato recheado, uma tradição trazida pelos imigrantes que no continente europeu utilizavam o ganso como elemento principal na ceia natalina. A iguaria trouxe a combinação entre o exótico e o tempero da região, tornando-se referência a curiosos e visitantes.

A partir dessa procura surgiu, então, a ideia da criação de uma festa gastronômica na cidade, contudo devido às catástrofes que assolaram a região nesse período, essa idealização só pôde ser concretizada no ano seguinte em 1986.

Já com os parâmetros definidos, a festa proporcionaria ao público a opção de almoçar ou jantar em Brusque para que posteriormente o mesmo pudesse seguir caminho para Blumenau, onde ocorria a Oktoberfest.  Assim, a previsão de término do evento foi estabelecida inicialmente para as 23 horas, fato esse que não foi seguido nem no primeiro dia por insistência dos participantes.

Na primeira edição a festa despojava de um número limitado de chope e carne a ser dividido entre os 10 dias de decorrência, mas o sucesso foi tão grande que essa estimativa acabou logo nos primeiros dias. Enfrentando muita dificuldade de comunicação e transporte, o evento foi bem sucedido contando com a mobilização de muitos voluntários e até da Polícia Militar.

+INFOS   ENTRE EM CONTATO MATERIAL DE APOIO

47 3396-6718